Sesimbra -

2007
Quem canta de galo quer poleiro

2006
Arrábida Patrimonio de uns, Patrimonio de todos

2005
Luísa Todi – O Canto Do Encanto De Catarina Da Rússia

2004
Atna, Heroína Da Nossa Gente

2003
O Trepa É Uma Festa Na Avenida

2002
Sebastião José de Carvalho E Melo – Um Terramoto Que Abalou Portugal

2001
Chiquinha Gonzaga – Uma História de Vida

2000
O Largo Dos Valentes

1999
Portugal…É O Que Está A Dar

1998
Fado A Alma Do Povo Português – Glória Ás Severas

1997
Samba Alegria De Oxalá

1996
Criança É Única Esperança

1995
Naufrágio do “Menino Deus”

1994
É-CU Mas É Nosso

1993
Amazónia, A Terra Não É Só Tua

1992
Mais Um Grito De Guerra

1991
Património Arquitectónico Re-Construído

1990
Ora Toma – Que Força É Essa

1989
Minha Língua É Minha Pátria

1988
Turismo Prata Da Casa

1987
O Sonho de Zimbra

1986
Sesimbra das Armações

1985
Universo Imaginário

1984
A Nossa Alegria Atravessou o Mar

1982 / 1983
ver galeria

1981
Brilho e Fantasia

1980
Aves do Paraíso

1979
Anos Vinte

 

Fale com o Trepa
 

Sinopse do Carnaval de 1996
Criança É Única Esperança

 

 
  2004  
 


Bonecas de trapos, palhaços, soldadinhos de chumbo, fadas e mágicos, a Bela e o Monstro num imaginário de crianças “traquinas” e felizes.
O GRES Trepa no Coqueiro vestiu de uma alegria contagiante a principal Avenida da Vila, foi inesquecível o colorido e a diversão com que a nossa Escola de Samba se apresentou neste ano.
Foi o Rei Leão do topo do seu trono e o Pégaso do País dos Sonhos e da Magia, que levaram o Trepa no Coqueiro ao delírio.
Para sempre criança, a única esperança!

Ficha Técnica:

Presidente: João Loureiro
Presidente da Assembleia: Carlos Pulquério
Tema/Enredo: “Criança É Única Esperança”
Carnavalesco: João Luís Gatinho
Samba Enredo: Mário João Sargedas
Director de Bateria: Carlos Guilherme Rodrigues
Porta Estandarte: Lucinda Simões
Mestre Sala: Joaquim José Simões
Madrinha de Bateria: Carla Silva
Chefes de Alas: Sandra Cancela, , Maria Lucinda, Eduardo Cunha, João Gatinho, Alexandre Pinto

 

 
 

 

 
   
 

 

Letra Samba Enredo

está chegando
o trepa no coqueiro,
abre teus olhos, teus ouvidos
meu irmão

deixa entar a alegria no teu coração
e canta com a gente
a criança que raízes
esquecida na mente

criança é fruto de amor
é fruto que se deve regar
mas não colher

criança...
precisa crescer, com harmonia
tu és o rei da fantasia

seja branco ou mulato
seja negro ou amarela,
criança...
tem direito a ser feliz
seja louro ou moreno
grande ou pequeno
é fruto da mesma raiz

vai, vai, vai,...
vai dizer a toda a gente vai,
que do mundo inteiro a esperança
está no coração de cada criança

vai, vai, vai,...
vai dizer a toda a gente vai,
que do mundo inteiro a criança
precisa crescer feliz...

fala menino...

queria voar p´las estrelas sob o mar
num tapete voador
três desejos realizar

queria ser rei
como o leão
sereia no amor
bamby no coração

me ouve agora papai
me escuta ma mãe
me deixa sorrir
preciso sonhar

a vida é muito mais que trabalho e canseira
a vida se leva melhor a cantar

por isso eu vou, eu vou
cantar agora eu vou
pela avenida dessa vida
eu vou, eu vou...

e p´ra você , aí
cantar agora eu vou
p´ra alegrar seu coração
eu vou, eu vou.

presta atenção!

 

 

© GRES Trepa no Coqueiro 2007 Filmaniac Audiovisuais