Sesimbra -

2007
Quem canta de galo quer poleiro

2006
Arrábida Patrimonio de uns, Patrimonio de todos

2005
Luísa Todi – O Canto Do Encanto De Catarina Da Rússia

2004
Atna, Heroína Da Nossa Gente

2003
O Trepa É Uma Festa Na Avenida

2002
Sebastião José de Carvalho E Melo – Um Terramoto Que Abalou Portugal

2001
Chiquinha Gonzaga – Uma História de Vida

2000
O Largo Dos Valentes

1999
Portugal…É O Que Está A Dar

1998
Fado A Alma Do Povo Português – Glória Ás Severas

1997
Samba Alegria De Oxalá

1996
Criança É Única Esperança

1995
Naufrágio do “Menino Deus”

1994
É-CU Mas É Nosso

1993
Amazónia, A Terra Não É Só Tua

1992
Mais Um Grito De Guerra

1991
Património Arquitectónico Re-Construído

1990
Ora Toma – Que Força É Essa

1989
Minha Língua É Minha Pátria

1988
Turismo Prata Da Casa

1987
O Sonho de Zimbra

1986
Sesimbra das Armações

1985
Universo Imaginário

1984
A Nossa Alegria Atravessou o Mar

1982 / 1983
ver galeria

1981
Brilho e Fantasia

1980
Aves do Paraíso

1979
Anos Vinte

 

Fale com o Trepa
 

Sinopse do Carnaval de 2003
O Trepa É Uma Festa Na Avenida

 

 
  2004  
 


Foi uma festa o desfile de comemoração dos 25 anos do GRES Trepa no Coqueiro, cor, muita alegria e competência.
A escola de samba que mais sintonia tem com Sesimbra esteve no seu melhor, contou a sua vida os seus grandes momentos e as suas grandes personalidades.
Uma chicotada psicológica que tornou inesquecível o desfile de 2003.

Ficha Técnica:

Presidente: Jorge Farinha
Presidente da Assembleia: João Carlos Rosa
Tema/Enredo: “O Trepa É Uma Festa Na Avenida”
Carnavalesco: Paulo Macedo
Samba Enredo: Tércio Borges
Director de Bateria: João Paulo
1º Porta Estandarte: Sandra OLiveira
2º Porta Estandarte: Isabel Luz
1º Mestre Sala: Paulo Macedo
2º Mestre Sala: Eduardo Cunha
Madrinha de Bateria: Ana Isabel Gronito
Chefes de Alas: : Daniela Martins, Carla Figueiredo, Irene, Isabel Luz,Filipa Carambola, Júlia Gonçalves, Emília Farinha, Fernando Pinto

 

 
     
   
 

Letra Samba Enredo


aproveita que hoje tem
depois só no ano que vem
festa na avenida p´ra gente brincar
o trepa no coqueiro vai passar
25 anos de folia
desde os tempos de josé paixão

nasce na beira do mar
vestida de verde e amarelo bis
a nossa agremiação

sorria à natureza
p´ra alegrar meu coração

reinaldo eterno poeta
oh, quanta inspiração bis
os astros eram bolas de sabão

a gente foi seguindo sempre em frente
joão loureiro nosso eterno presidente
o trepa é sucesso nacional
o trepa é quem balança portugal

movidos por um único ideal
o trepa é fantasia e carnaval

25 anos de folia
o trepa comemora em harmonia bis

chega mais me dê a mão
sai no trepa no coqueiro
que faz bem ao coração
chega mais me dê a mão
sai no trepa no coqueiro
que faz bem ao coração

 

 

© GRES Trepa no Coqueiro 2007 Filmaniac Audiovisuais